Notícias

Governo de Minas deve vender cerca de R$ 40 bilhões em ações e imóveis para gerar dinheiro

Por Redação , 12/12/2019 às 14:23
atualizado em: 12/12/2019 às 15:12

Texto:

Foto: Carlos Alberto Pereira/ Imprensa MG
Carlos Alberto Pereira/ Imprensa MG

O Governo de Minas anunciou nesta quinta-feira que pode se desfazer de ações e imóveis para gerar dinheiro através de vendas e privatizações, e inclui a negociação de empresas como Cemig, Copasa e Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Há cerca de R$120 bilhões em ativos. 

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Adriano Magalhães, os negócios imediatos podem ser em torno de R$ 40 bilhões, sem precisar passar pela Assembleia Legislativa. O governo se reunirá no início do ano que vem para definir o cronograma de ações. 

“O governo está trabalhando para que o ano que vem seja um ano de efetivo, de decisão, que esses ativos realmente possam ir para o mercado. Com relação à Gasmig (Companhia de Gás de Minas Gerais), há a oportunidade imediata de vender uma participação minoritária, em torno de 49%”, disse Magalhães.

Segundo o secretário, Minas atrairá até o fim de 2020 R$ 56 bilhões em empresas e investimentos, maior número da história. Conforme o anúncio, no ano que vem a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) pode ter acesso a todo o recurso ao qual tem direito, que é de 1% do orçamento destinado para pesquisas. 

Magalhães disse ainda que, em breve, Minas terá todas as grandes fábricas de cerveja instaladas no estado.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link