Notícias

Tragédia da Vale e queda na produção de café puxam economia de Minas para baixo

Por Redação, 13/12/2019 às 14:50
atualizado em: 13/12/2019 às 15:02

Texto:

Foto: Jéssica Moreira/Itatiaia
Jéssica Moreira/Itatiaia

A Fundação João Pinheiro (FJP) divulgou na manhã desta sexta-feira o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todas as riquezas – de Minas entre outubro de 2018 e setembro deste ano, com queda de 0,2%. O resultado vai na contramão do Brasil, que apresentou crescimento nos últimos meses e tem como projeção aumento de 1,1% em 2019.

Segundo o economista da FJP Raimundo de Souza, quatro fatores reduziram os recursos no estado: a interrupção da produção mineral após o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e mudança nas leis para a mineração, a desaceleração na manufatura, a produção da administração pública diante do ajuste fiscal e a queda na produção cafeeira.

“Nos anos pares, temos uma produção acima da média e, nos anos ímpares, abaixo. Houve cerca de 20% a menos [de produção] do que no ano passado”, explica. “Os setores da cadeia metalmecânica foram afetados: fabricação de produtos de metal, máquinas, equipamentos, produção de veículos”, completa.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link