Notícias

Escolha certa dos alimentos contribui para o bom funcionamento do cérebro

Por Aline Campolina/Itatiaia, 12/12/2019 às 10:47

Texto:

Foto: pixabay/ Banco de imagens
pixabay/ Banco de imagens

Uma alimentação saudável faz bem não só para o corpo, mas também para a mente. Escolher corretamente os alimentos é importante para a memória, concentração e atenção. Isso porque nós temos no cérebro hormônios que são responsáveis pela sensação de saciedade e que também podem induzir à fome.

Desta forma, cada tipo de alimento afeta o cérebro de maneira diferente. As gorduras, por exemplo, enganam a mente e acabam nos levando a comer mais. Por outro lado, as fibras provocam a liberação de hormônios que acabam deixando as pessoas sempre mais satisfeitas. De acordo com Guilherme Ferreira Matos, nutrólogo, ter um cérebro funcionando corretamente é fundamental para combater a obesidade.

“O cérebro tende a sofrer mais por ser mais sensível a esses excessos, seja de açúcar, seja de sódio, sejam as gorduras trans presentes nos alimentos ultraprocessados. Então, nós temos que ter equilíbrio e optar sempre por uma alimentação bem mais saudável”, diz.

Alguns alimentos específicos contribuem para o funcionamento melhor do cérebro, como os peixes (ricos em ômega 3), abacates e nozes (ricos em gorduras boas), além do limão, da laranja e da mexerica (ricos em vitamina C). O nutrólogo explica que “a alimentação, quando é feita de forma errada, de forma acumulativa ou sem orientação de um profissional, é um fator de risco, não só para doenças neurológicas, mas também para obesidade e pressão alta”.

Os produtos industrializados são os grandes violões da alimentação saudável. Esse tipo de alimento acaba se tornando o maior erro do dia-dia. “A falta de tempo nos faz optar por coisas práticas e, normalmente, a praticidade vem com excesso de sódio, excesso de açúcar, excesso de gordura. Então, se programe, se planeje. Faça a sua comida. Optar por coisas mais saudáveis pode dar mais trabalho para preparar, mas o benefício é infinitamente maior”, afirma Guilherme.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lista cinco hábitos que garantem uma alimentação mais saudável: comer alimentos variados, reduzir o sal e açúcar, moderar ao consumir gorduras e óleos, abusar de frutas e legumes e a amamentação para bebês e crianças pequenos.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️O atleta chegou ao Galo em junho do ano passado, contratado junto ao Guaraní, do Paraguai, mas não rendeu. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O balanço da prefeitura da capital ainda aponta que 26.440 foram diagnosticadas com o novo coronavírus na cidade até agora. #Itatiaia

    Acessar Link