Notícias

Governo de Minas deve vender cerca de R$ 40 bilhões em ações e imóveis para gerar dinheiro

Por Redação , 12/12/2019 às 14:23
atualizado em: 12/12/2019 às 15:12

Texto:

Foto: Carlos Alberto Pereira/ Imprensa MG
Carlos Alberto Pereira/ Imprensa MG

O Governo de Minas anunciou nesta quinta-feira que pode se desfazer de ações e imóveis para gerar dinheiro através de vendas e privatizações, e inclui a negociação de empresas como Cemig, Copasa e Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Há cerca de R$120 bilhões em ativos. 

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Adriano Magalhães, os negócios imediatos podem ser em torno de R$ 40 bilhões, sem precisar passar pela Assembleia Legislativa. O governo se reunirá no início do ano que vem para definir o cronograma de ações. 

“O governo está trabalhando para que o ano que vem seja um ano de efetivo, de decisão, que esses ativos realmente possam ir para o mercado. Com relação à Gasmig (Companhia de Gás de Minas Gerais), há a oportunidade imediata de vender uma participação minoritária, em torno de 49%”, disse Magalhães.

Segundo o secretário, Minas atrairá até o fim de 2020 R$ 56 bilhões em empresas e investimentos, maior número da história. Conforme o anúncio, no ano que vem a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) pode ter acesso a todo o recurso ao qual tem direito, que é de 1% do orçamento destinado para pesquisas. 

Magalhães disse ainda que, em breve, Minas terá todas as grandes fábricas de cerveja instaladas no estado.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    No ranking mundial, o Brasil é o segundo país com mais casos confirmados, ficando atrás apenas dos Estados Unidos #Itatiaia

    Acessar Link